Universo Cultural

Filmes, livros, produções e eventos: divulgando e comentando cultura!!

Livro de Saramago não deveria ter sido adaptado, diz “Variety”

O longa-metragem “Ensaio sobre a Cegueira”, adaptado para o cinema pelo diretor brasileiro Fernando Meirelles, não deveria ter recebido uma versão cinematográfica, segundo crítica da revista americana especializada em entretenimento “Variety”.

A publicação americana foi a mesma que criticou duramente o filme “Tropa de Elite”, do brasileiro José Padilha. A crítica, assinada por Jay Weissberg, chegou a dizer que o filme tinha um estilo “Rambo” e comparou o Bope à SS, uma divisão repressiva do regime nazista.

Divulgação

Em seguida, a produção ganhou o Urso de Ouro em Berlim e Padilha se defendeu, disse que foi mal interpretado por críticos, rebateu especificamente as críticas da “Variety” e afirmou que o texto da revista americana foi “estúpido”.

O texto sobre “Ensaio sobre a Cegueira”, assinado por Justin Chang, começa com a história de que José Saramago, prêmio Nobel de Literatura, relutou em permitir que sua obra fosse adaptada para o cinema. “Meirelles provou que os instintos do escritor português estavam tristemente corretos”, emenda em seguida o autor da crítica após a explicação.

Chang também escreve que o filme diminuiu o impacto da trama de Saramago e que possui um excesso de tiques estilísticos.

O autor, um tanto repetitivo ao dizer que o longa-metragem enfraquece a história, destaca a atuação de Julianne Moore e alguns pontos do filme, como uma cena de violência sexual e a fotografia.

(Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u401932.shtml)

Anúncios

maio 26, 2008 Posted by | cinema | , | Deixe um comentário